Qual a Diferença entre Energias Renováveis e Não Renováveis

diferença entre energias renováveis e não renováveis

Você talvez já tenha ouvido falar da diferença entre energias renováveis e não renováveis, mas não sabe direito o que isso significa.

Esta questão é fundamental para os dias atuais, pois a demanda por energia renovável aumenta ano após ano, tanto pelo seu potencial quanto pela questão ambiental.

A seguir, vamos falar um pouco sobre diferença entre energias renováveis e não renováveis, quais são as vantagens das fontes limpas e do que elas são provenientes.

Quais são as Fontes de Energia Renováveis?

Para entender a diferença entre energias renováveis e não renováveis, é preciso compreender as características de cada uma delas.

Para começar, podemos definir as fontes de energia renováveis como aquelas que não se esgotam, ou seja, que são alimentadas por recursos que não têm fim ou se renovam com grande facilidade.

Esses recursos estão disponíveis em abundância na natureza e sua utilização causa baixo impacto ambiental.

Entre as principais, podemos destacar:

Energia Solar

A energia solar, como diz o próprio nome, é gerada a partir da luz do sol ou através do calor emitido por ele.

Tem dois sistemas predominantes. Um é o fotovoltaico, que utiliza uma tecnologia capaz de converter fótons solares em elétrons e é capaz de gerar eletricidade que pode ser utilizada por qualquer instalação doméstica ou comercial.

O outro tipo é a energia térmica, que utiliza um sistema de armazenamento de calor para aquecer a água, por exemplo, dos chuveiros.

Naturalmente, a energia fotovoltaica é mais utilizada por sua versatilidade, mas ambas as fontes possuem a vantagem de causar pouco impacto ambiental e de serem bastante econômicas.

Afinal, o armazenamento de energia solar reduz a dependência de fontes de eletricidade convencionais como, por exemplo, a que é fornecida pelas distribuidoras de energia.

Se você ficou curioso e quer conhecer um pouco mais sobre suas vantagens, clique aqui e fale com um especialista no assunto.

Energia Hídrelétrica

A energia hídrica utiliza o movimento da água para gerar eletricidade. Trata-se de uma tecnologia em que o movimento da água faz uma turbina girar e, assim, aciona um gerador de energia.

Algumas usinas possuem reservatórios de acumulação para lidar com períodos em que há diminuição do fluxo de água, sem que isso comprometa suas operações.

Devido ao fato de a capacidade de gerar eletricidade depender de fatores como a chuva na cabeceira dos rios, e também da conservação da bacia hidrográfica, fenômenos que reduzem o fluxo de água impactam diretamente na produção de energia.

A maior parte da produção de energia do Brasil se dá por meio deste processo.

Energia Eólica

A energia eólica é um processo de geração de eletricidade por meio das massas de ar, ou seja, dos ventos. 

Para isso, é utilizada a tecnologia dos aerogeradores, que são aquelas hélices grandes que vemos quando pesquisamos sobre o assunto.

Elas se movem de acordo com a força do vento que é convertida em força de rotação e propulsiona um gerador de eletricidade e, através deste processo, ocorre a produção de energia.

Há uma quantidade considerável de energia produzida pelos parques eólicos no Brasil, principalmente na região nordeste.

Energia da Biomassa

A energia de biomassa é obtida por meio da queima da madeira e também por insumos como bagaço de cana-de-açúcar, resíduos agrícolas, restos de alimentos e gás metano produzido por meio de excrementos de animais ou vindo de aterros.

A queima desses materiais gera um vapor de alta pressão que ativa turbinas dos geradores de energia e produzem eletricidade. 

Ela pode ser considerada uma energia renovável porque a queima dos insumos produz gases CO2 que são absorvidos pelas plantas durante o processo de fotossíntese.

Uma curiosidade é que a biomassa é uma das fontes de energia mais antigas utilizadas pelo homem, pois a queima de lenha era utilizada até mesmo por sociedades arcaicas.

Energia Geotérmica

A energia geotérmica é obtida através do calor produzido no interior da terra, que gera água quente e vapor, que pode ser utilizado tanto para fornecer eletricidade, como para aquecimento.

Este calor pode ser obtido por meio de perfurações dos reservatórios geotérmicos, onde há bastante vapor e água quente que são conduzidos por dutos até um gerador de energia.

Este tipo de energia é utilizado em países onde há grande atividade vulcânica ou de placas tectônicas.

Energia Oceânica

A energia oceânica aproveita o fluxo das águas do mar de regiões onde há atividades intensas para a produção de energia elétrica.

Para isso, utiliza a tecnologia de uma barragem que possui uma passagem de água que vai uma câmara interna e, em seguida, são liberados jatos d’água que vão diretamente para uma turbina. 

Quando as turbinas se movem, acionam um gerador que transforma a energia cinética em eletricidade. 

Esta é uma fonte de energia que ainda é pouco explorada.

Quais são as Fontes de Energia Não Renováveis?

A energia não-renovável depende de recursos esgotáveis, que são aqueles que a disponibilidade deles é pequena, em relação aos renováveis, e a reposição também é bem mais devagar.

Suas fontes são, principalmente, os combustíveis fósseis e energia nuclear, que causam um impacto ambiental bem maior do que os combustíveis renováveis, pois a combustão desses agentes libera muitos gases poluentes.

Combustíveis Fósseis

Os combustíveis fósseis são resíduos orgânicos que ficaram acumulados por muito tempo na superfície da terra, protegidos por camadas de sedimentos e que ficaram expostos a determinadas condições que contribuíram para sua formação.

Alguns dos exemplos mais famosos são o petróleo, o carvão mineral e o gás natural.

É a fonte de energia mais utilizada no mundo, porém, a combustão desses elementos libera gases que são responsáveis pelo efeito estufa, que é um dos causadores do aquecimento global.

Por causa disso, muitas alternativas já foram inventadas, e outras estão sendo desenvolvidas, para reduzir o impacto causado pelos combustíveis fósseis.

Combustíveis Nucleares

A energia nuclear é obtida através da fissão de átomos radioativos, que se multiplicam e geram energia.

Embora seja uma fonte de energia cuja produção seja pouco poluente, gera muitas preocupações pelos riscos de segurança que oferece.

Acidentes envolvendo radiação são altamente catastróficos para o meio ambiente e para toda a humanidade, podendo causar danos irreversíveis.

O custo da produção deste tipo de energia é relativamente alto, sendo utilizado em lugares que normalmente não possuem muito espaço para construções de usinas hidrelétricas e parques eólicos, por exemplo.

Qual a Diferença Entre Energias Renováveis e Não Renováveis?

Para resumir a diferença entre energias renováveis e não renováveis, podemos dizer que a primeira está presente em abundância na natureza, enquanto a última demora mais tempo para ser formada e pode até se esgotar.

Energias renováveis dependem de recursos como luz e calor solar, vento, biomassas, calor do interior da terra e oceanos. Enquanto isso, as não renováveis utilizam petróleo, gás natural, carvão mineral e combustíveis nucleares.

Outra diferença entre energias renováveis e não renováveis, é que a primeira é menos agressiva ao meio ambiente do que a segunda.

Energias não renováveis geram muitos gases que contribuem com o efeito estufa, como no caso dos combustíveis fósseis, ou podem causar graves acidentes, como no caso dos combustíveis nucleares.

Por causa disso, as energias renováveis são constantemente apontadas como alternativas preferenciais para conter os impactos das ações do homem no meio ambiente, embora as energias não-renováveis ainda sejam muito utilizadas.

Links Para Leitura

Compartilhar:

Veja mais publicações